16 de Dezembro de 2016 / às 16:21 / 9 meses atrás

Fiat Chrysler quer em 2017 1o ganho de participação de mercado no Brasil desde 2012

SÃO PAULO (Reuters) - A Fiat Chrysler quer conseguir em 2017 o primeiro ganho de participação de mercado no Brasil em cinco anos, apostando lançamento de novos modelos e em fim da crise no setor automotivo que já dura quatro anos.

O diretor comercial da FCA para o Brasil, Sergio Ferreira, afirmou que a participação de mercado não é o principal objetivo da empresa, mas que não há razão para se acreditar que continuará caindo.

A FCA tem cerca de 18,3 por cento de participação no mercado de carros e comerciais leves no Brasil até agora neste ano ante 19,5 por cento em 2015 e 23,1 por cento em 2012, quando o mercado de veículos brasileiro era quase duas vezes maior do que as atuais 2 milhões de unidades previstas para este ano.

“Nossa participação de mercado no próximo ano não será menor que em 2016”, disse Ferreira a jornalistas na quinta-feira. “Deve crescer.”

Dois novos modelos no próximo ano devem ajudar a empresa, afirmou o executivo sem dar detalhes. Ele acrescentou que taxas de juros menores e melhora na confiança dos consumidores também devem apoiar o mercado como um todo.

“O mercado brasileiro não vai continuar caindo. Atingiu o fundo em 2016”, disse Ferreira. “Se houver crescimento, será modesto, de um dígito (...) Mesmo neste cenário conservador, nós deveremos crescer”, disse o executivo.

Por Brad Haynes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below