20 de Dezembro de 2016 / às 13:46 / em um ano

Aneel nega pedido de comercializadores de energia e mantém recálculo de PLD

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu manter o recálculo do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o mês de novembro e para as primeiras semanas de dezembro, negando um pedido dos comercializadores de energia para que a medida fosse suspensa, segundo despacho publicado nesta terça-feira pela autarquia.

A Aneel determinou na semana passada que a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) recalcule e republique o PLD --o preço de referência do mercado de curto prazo-- em virtude de inconsistências encontradas nas informações prestadas pelos agentes.

A Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) havia entrado com um recurso administrativo, alegando que a decisão tumultuou o mercado e que isso pode levar a ações na Justiça.

A decisão assinada pelo diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse que as regras do setor são explícitas ao indicarem que o valor do PLD deve ser republicado quando ocorrerem erros na inserção de dados.

“As situações de inconsistência de dados e duplicidade de informações foram tratadas como erros pela área competente para essa análise, não podendo ser consideradas indicativos da necessidade de aprimoramento do modelo, como alega a associação”, disse Rufino.

Por Gustavo Bonato e Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below