21 de Dezembro de 2016 / às 13:20 / em 9 meses

Volkswagen fecha acordo de US$1 bi para reparar ou recomprar automóveis diesel nos EUA

WASHINGTON E DETROIT (Reuters) - A Volkswagen fechou acordo de 1 bilhão de dólares para reparar ou recomprar outros 80 mil veículos a diesel vendidos nos Estados Unidos, em um esforço adicional para superar o escândalo de fraude em testes de emissões de poluentes.

O acordo abrange os veículos de luxo das marcas VW, Audi e Porsche com motores 3.0. A montadora alemã concordou em desembolsar até 17,5 bilhões de dólares nos Estados Unidos para sanar reclamações de proprietários, bem como de órgãos reguladores de governos federal e estaduais sobre as emissões dos veículos movidos a diesel.

A Volkswagen, segunda maior fabricante de automóveis do mundo, ainda enfrenta a possibilidade de gastar bilhões de dólares a mais para solucionar a investigação criminal do Departamento de Justiça dos EUA e revindicações ambientais de autoridades federais e estaduais.

O novo acordo, que resolve parte do litígio contra a montadora alemã por parte de reguladores federais e da Califórnia, “é outro passo importante em nossos esforços para fazer a coisa certa para nossos clientes”, disse Hinrich Woebcken, presidente da Volkswagen América, em comunicado.

O juiz norte-americano Judge Charles Breyer anunciou o acordo durante audiência em São Francisco.

A Volkswagen também concordou em intensificar o foco em veículos elétricos na Califórnia, encarando custos adicionais num momento em que trabalha para concluir acordo que forneça o que Breyer chamou de “compensação substancial” aos donos de automóveis com motor 3.0.

Em setembro de 2015, a VW admitiu instalar um software secreto em 475 mil automóveis nos EUA com motor a diesel 2.0, a fim de fraudar testes de emissões de poluentes, fazendo-os parecer mais limpos do que realmente eram. Na verdade, os veículos emitiam até 40 vezes mais poluentes que o legalmente autorizado.

A empresa depois admitiu que o software foi instalado também em veículos com motores diesel 3.0.

O escândalo comprometeu as operações globais da montadora alemã e sua reputação, culminando na saída do presidente do grupo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below