23 de Dezembro de 2016 / às 13:13 / em um ano

Juros e spread bancário caem em novembro pela 1º vez no ano, diz BC

BRASÍLIA (Reuters) - A taxa média de juros e o spread bancário recuaram em novembro, pela primeira vez no ano, ao mesmo tempo em que a inadimplência também caiu a 5,8 por cento, após ter passado os três meses anteriores em 5,9 por cento, divulgou o Banco Central nesta sexta-feira.

Sede do Banco Central, em Brasília. 15/09/2016 REUTERS/Adriano Machado

Em novembro, os juros médios caíram ligeiramente a 53,9 por cento ao ano no segmento de recursos livres --em que as taxas são definidas livremente pelas instituições financeiras--, contra patamar recorde de 54,0 por cento cravado em outubro.

A redução ocorreu após o BC ter iniciado o atual ciclo de afrouxamento monetário, em meados de outubro. De lá para cá, reduziu a Selic por duas vezes, com cortes de 0,25 ponto percentual cada, para o atual patamar de 13,75 por cento.

O BC informou ainda que o spread bancário (diferença entre o custo de captação e a taxa cobrada pelos bancos ao consumidor final) foi a 41,8 pontos percentuais em novembro no segmento de recursos livres, ante recorde de 42,2 pontos em outubro.

Apesar do fraco cenário para financiamentos, marcado por cautela tanto por parte de bancos como dos consumidores em meio à profunda recessão económica, o estoque total de crédito no Brasil subiu 0,3 por cento em novembro sobre outubro, a 3,104 trilhões de reais, equivalente a 49,5 por cento do Produto Interno Bruto (PIB). A última alta mensal havia ocorrido em maio.

Por Marcela Ayres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below