5 de Janeiro de 2017 / às 12:01 / 7 meses atrás

Índia deverá produzir menos açúcar que o esperado em 2016/17, diz associação

MUMBAI (Reuters) - A produção de açúcar da Índia em 2016/17 deverá cair para 22 milhões de toneladas, recuo de 4,3 por cento na comparação com uma estimativa anterior, com usinas em importantes Estados produtores encerrando a safra mais cedo devido à falta de cana-de-açúcar, disse uma importante associação do setor à Reuters.

Uma queda de produção abaixo do volume de consumo, de cerca de 25 milhões de toneladas, pode elevar os preços locais e estimular o país, segundo maior consumidor mundial da commodity, a permitir importações isentas de tarifas, sustentando os preços globais do adoçante.

Nos dois últimos anos, secas prejudicaram os canaviais do Estado de Maharashtra, principal produtor de açúcar do país.

"O impacto da seca foi muito mais severo em Maharashtra do que se pensava", disse à Reuters o presidente da Associação das Usinas de Açúcar do Oeste da Índia (Wisma, na sigla em inglês), B.B. Thombre.

A Wisma projetava anteriormente que o país iria produzir 23 milhões de toneladas de açúcar na safra 2016/17, que começou em 1º de outubro.

Thombre ressaltou que à medida que os dados sobre Maharashtra forem revisados, a produção total da Índia poderá cair para 22 milhões de toneladas.

Por Rajendra Jadhav

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below