10 de Janeiro de 2017 / às 13:46 / 7 meses atrás

Colheita de milho começa no Paraná; Campo Mourão dá a largada

SÃO PAULO (Reuters) - O Paraná, um dos principais produtores de milho do Brasil, começou a colheita do cereal da safra 2016/17, com a região de Campo Mourão (ao noroeste do Estado) tendo colhido 450 hectares, informou nesta terça-feira o Departamento de Economia Rural (Deral), órgão da Secretaria Estadual de Agricultura.

O ritmo da colheita, que deve acelerar a partir da última semana de janeiro, está dentro da normalidade para esta época do ano e ressalta as boas condições para a safra do Paraná.

O Deral ainda não registra colheita de soja, que deve começar em algumas áreas ainda nesta semana, segundo especialistas da secretaria do Estado, o segundo produtor brasileiro da oleaginosa.

"A safra de verão está muito boa. Claro, precisa iniciar a colheita (de soja) para ter o 'grand finale', a cereja no bolo... Em um primeiro momento é possível dizer que está tudo dentro da normalidade", afirmou o agrônomo Edmar Gervásio.

No caso do milho, disse o agrônomo, "não tem nada que desabone" a safra.

Grandes safras no Paraná são fatores considerados na projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que elevou sua estimativa mensal para o Brasil para um recorde de 103,8 milhões de toneladas de soja nesta terça-feira.[nL1N1F00DB]

"A lavoura está evoluindo de forma tranquila, dentro do esperado, a produtividade deve ficar dentro do que estimamos inicialmente", ressaltou Gervásio.

Ele disse que as condições climáticas estão favoráveis para aqueles produtores que precisam iniciar a colheita e também para lavouras mais atrasadas, que ainda precisam de umidade.

"Por mais que tenha chuva, temos tido temperaturas muito elevadas que secam as áreas, e isso permite a entrada das máquinas (para colheita)."

O Deral estima a safra de milho de verão em 4,37 milhões de toneladas no Estado, aumento de mais de 30 por cento ante a temporada passada, enquanto a área cresceu em torno de 20 por cento. O crescimento maior da produção ocorre porque a safra anterior teve menores produtividades por conta de problemas climáticos.

Segundo o Deral, 94 por cento das lavouras de milho estão em condições "boas". Oito por cento da área está no estágio final de maturação.

"Tem uma parcela de 6 por cento em condição média, mas o médio é só um sinal de alerta, não quer dizer que vai ter perda, ela pode evoluir para um cenário bom."

Já para a soja o Deral estima uma safra de 18,3 milhões de toneladas, aumento de 11 por cento ante a safra passada. O órgão da secretaria apontou que 97 por cento das áreas têm boas condições, enquanto 4 por cento das lavouras estão em maturação.

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below