17 de Janeiro de 2017 / às 10:18 / 7 meses atrás

Governo e construtoras devem concordar com regras de distratos, diz fonte

Funcionários vistos em obra no Rio de Janeiro. 17/06/2016Ricardo Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - O governo e construtoras devem chegar a um acordo sobre novas regras do setor no país nesta terça-feira, dando às empresas o direito de manter uma parcela definida do valor do imóvel no caso de compra cancelada, segundo uma fonte com conhecimento direto das negociações.

Sob a proposta mais provável a ser adotada, as construtoras podem ser autorizados a manter uma média de 9 a 15 por cento do valor das unidades se os compradores cancelarem a compra, disse a fonte sob condição de anonimato porque o acordo não foi finalizado.

O plano é dar "mais transparência" às relações entre consumidores e construtoras, afirmou uma fonte do setor na véspera de um encontro em Brasília, que envolverá a indústria, grupos de consumidores e representantes do governo.

Por Gabriela Mello e Ana Mano

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below