17 de Janeiro de 2017 / às 15:29 / em 7 meses

Brainard, do Fed, alerta para riscos de estímulos fiscais

WASHINGTON (Reuters) - Grande defensora de taxa de juros mais baixas no Federal Reserve, a diretora do Fed Lael Brainard disse nesta terça-feira que o banco central norte-americano poderá aumentar os juros mais agressivamente se os gastos no governo de Donald Trump levar a um rápido impulso econômico.

"Se as mudanças na política fiscal levarem a uma eliminação mais rápida da ociosidade, o ajuste da política (monetária) seria, tudo o mais constante, provavelmente mais rápido", disse Lael Brainard em declarações preparadas para um evento organizado pela Brookings Institution.

Ela acrescentou que a "abordagem gradual" do Fed para aumentar a taxa de juros poderia mudar dependendo da política fiscal.

Com as declarações, Brainard juntou-se ao crescente coro de integrantes do Fed que alertam que déficits mais amplos poderiam alimentar a inflação com a economia dos EUA já perto de sua força total.

"O pleno emprego está ao alcance e pode se tornar sustentável com o mix de políticas corretas", disse ela.

Brainard afirmou que mudanças fiscais que ajudem a força de trabalho dos Estados Unidos a se tornar mais eficiente ajudariam a economia a crescer mais rapidamente no futuro, contribuindo para manter os futuros déficits controlados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below