20 de Janeiro de 2017 / às 16:03 / em um ano

Diretor-geral da OMC alerta contra guerras comerciais

DAVOS, Suíça (Reuters) - O mundo deve ficar cauteloso para não cair em guerras comerciais que destruirão empregos, disse o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevêdo, nesta sexta-feira.

Azevêdo falou no Fórum Econômico Mundial na Suíça, horas antes da posse presidencial de Donald Trump, que prometeu mudanças radicais na política comercial com o objetivo de proteger os trabalhadores norte-americanos.

“Eu ouvi muito em Davos sobre guerras comerciais. Isso destruiria empregos, não criaria empregos”, disse Azevêdo depois de uma reunião de ministros de Comércio, da qual participaram representantes de 29 membros da OMC.

“Eu estou pedindo a todos que mostrem cautela, que mostrem liderança. Devemos definitivamente evitar nos colocar em uma crise.”

O comércio ajudou a tirar um bilhão de pessoas da pobreza, mas é preciso fazer mais para compartilhar os benefícios, uma vez que o efeito positivo líquido do comércio não tem sentido para alguém que tenha perdido seu emprego, disse ele.

“Ao mesmo tempo, temos que reconhecer que o principal fator de mudança é a tecnologia, é a inovação. Atacar o comércio não ajudará nisso. Colocar barreiras comerciais não ajudará nisso”.

O diretor-geral da OMC disse que não tem contato direto com a próxima administração norte-americana e que é difícil especular sobre suas políticas comerciais. Será necessário verificar se as preocupações comerciais dos EUA podem ser resolvidas pelos instrumentos existentes da OMC.

Por Tom Miles

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below