23 de Janeiro de 2017 / às 19:06 / 10 meses atrás

Estresse hídrico limita recuperação de produtividade da soja 2016/17 no Brasil, diz FCStone

SÃO PAULO (Reuters) - Chuvas abaixo da média em 16 por cento da área plantada com soja no Brasil na atual safra 2016/17 deverão limitar a recuperação das produtividades médias no país, estimou nesta segunda-feira a consultoria INTL FCStone.

Segundo a consultoria, trata-se da maior área com estresse hídrico --chuvas 30 por cento abaixo da média histórica-- desde a safra 2011/12.

Em 2015/16 houve severas perdes de produtividade em Mato Grosso e na região de expansão agrícola conhecida como Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e oeste da Bahia).

Em um outro relatório, publicado no início do mês, a FCStone estimou que a produtividade das lavouras de soja do Brasil na atual temporada deverá ser de 3,06 toneladas por hectare, ante 2,87 toneladas por hectare na temporada anterior.

“Embora seja esperada uma recuperação da produtividade de 2,87 toneladas por hectare na última safra, não acreditamos que ela possa se distanciar muito dos níveis verificado entre 2012/13 e 2014/15”, disse o diretor de Inteligência de Mercado da INTL FCStone, Thadeu Silva, em nota.

A consultoria disse também que 7,5 por cento da área de soja do país registrou nível de chuvas ao menos 40 por cento abaixo do esperado, mais que o dobro do verificado nas quatro safras anteriores.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below