2 de Março de 2017 / às 20:45 / em 9 meses

Prejuízos à indústria da soja por atoleiros na BR-163 somam R$350 mi

BRASÍLIA (Reuters) - O setor exportador de soja do Brasil teve prejuízo de 350 milhões de reais devido aos atoleiros e congestionamentos na BR-163, atingida por fortes chuvas nas últimas semanas em um trecho não pavimentado no Pará, estimou o presidente da associação de exportadores e indústrias (Abiove), Carlo Lovatelli.

Com os congestionamentos formados por milhares de caminhões transportando soja, o setor exportador teve que renegociar contratos, desviar cargas para portos do Sul/Sudeste e pagar multas por atrasos nos navios que aguardam o produto nos portos do Norte.

“Uma estrada de 100 quilômetros custa 200 milhões de reais para fazer. Isso se paga em menos de uma safra e o prejuízo é de 350 milhões de reais... Nós já desativamos 11 contratos. Isso implica em multas, desvios de rotas, tem de pagar o custo adicional, há o prejuízo de imagem”, afirmou Lovatelli, em entrevista a jornalistas em Brasília, após fala dos ministros dos Transporte e Agricultura.

“Isso é dólar jogado pela janela”, completou Lovatelli.

Por Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below