8 de Março de 2017 / às 16:33 / em 8 meses

Corte de produção de petróleo da Opep ficou 40% acima da meta em fevereiro, diz Kuweit

KUWEIT (Reuters) - O ministro de Petróleo do Kuweit, Essam Al-Marzouq, disse nesta quarta-feira que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) realizou cortes de produção em fevereiro de 140 por cento da meta prometida, enquanto países de fora do grupo cumpriram entre 50 e 60 por cento de suas promessas.

A Opep fechou no ano passado um acordo para reduzir 1,2 milhão de barris por dia (bpd) de sua produção a partir de 1º de janeiro, numa tentativa de sustentar preços e enxugar a oferta global.

Marzouq atribuiu a alta adesão dentro da Opep a um profundo corte pela Arábia Saudita.

“A Arábia Saudita voluntariamente cortou mais do que sua fatia, para aumentar a confiança na questão do acordo de redução de produção”, disse ele a jornalistas, no Kuweit.

Ele descreveu a adesão da Opep como “excelente” e a de países de fora do cartel como “aceitável”, acrescentando que há mais satisfação entre membros da Opep com os atuais níveis de preços, que ele descreveu como “estáveis”.

O Kuweit deverá receber uma reunião de ministros em 26 de março com países da Opep e não membros para revisar a aplicação do acordo de cortes de produção, no segundo encontro do gênero desde que o compromisso foi firmado.

Por Ahmed Hagagy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below