8 de Março de 2017 / às 16:33 / 5 meses atrás

Confiança do consumidor do Brasil recua em março após três altas consecutivas, aponta Thomson Reuters/Ipsos

SÃO PAULO (Reuters) - A confiança do consumidor do Brasil voltou a recuar em março, depois de subir por três meses consecutivos, apontou o indicador da Thomson Reuters/Ipsos divulgado nesta quarta-feira.

O Índice Primário de Sentimento do Consumidor (PCSI, na sigla em inglês) recuou 0,5 ponto, a 40,3 pontos em fevereiro, mas se mantém acima do nível de 40 pontos desde dezembro do ano passado.

A pesquisa de março mostrou que houve queda em três dos quatro subíndices analisados. O maior recuo foi registrado no subíndice que avalia os investimentos, que ficou em 39,7 pontos em março, ante 40,5 pontos em fevereiro.

Houve piora também no subíndice que mede as expectativas, cuja queda foi de 0,6 ponto, a 65,9 pontos. No quesito sobre condições atuais da economia, o recuo foi mais brando, de 0,3 ponto, para 29,2 pontos.

A única alta foi registrada no subíndice da situação de mercado de trabalho, cujo aumento foi de 0,2 ponto, para 30,2 pontos.

Em fevereiro, a confiança do consumidor medida pela Fundação Getulio Vargas (FGV) subiu para maior nível desde dezembro de 2014. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) atingiu 81,8 pontos em fevereiro depois de subir 2,5 pontos.

Por Luiz Guilherme Gerbelli

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below