9 de Março de 2017 / às 22:59 / em 8 meses

Justiça libera Petrobras para seguir com transação de US$5,19 bi

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras (PETR4.SA) informou que foi suspensa nesta quinta-feira, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª região, a liminar que determinava a paralisação da alienação de 90 por cento da participação acionária detida pela companhia na Nova Transportadora do Sudeste (NTS).

Logo da estatal Petrobras na sede da companhia em Vitória, no Espírito Santo, no Brasil 10/02/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

Com a decisão favorável da Justiça, a companhia poderá prosseguir com a operação de venda da fatia na transportadora de gás para um consórcio liderado pela Brookfield (BAMa.TO), em negócio de 5,19 bilhões de dólares.

A transação, a maior do programa 2015-2016 de desinvestimentos da Petrobras, já havia sido aprovada em assembleia de acionistas em dezembro.

Ao todo, a estatal fechou negócios de 13,6 bilhões de dólares no biênio, com vistas a reduzir seu elevado endividamento.

Em meados do mês passado, a Petrobras também havia conseguido reverter uma decisão judicial que impedia a venda de outros ativos.

O mesmo TRF retirou a suspensão da venda da Petroquímica Suape e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), anunciada em dezembro pela empresa.

Com a nova decisão judicial, a estatal conseguiu reverter mais uma ação movida pelo Sindicato dos Petroleiros Alagoas Sergipe (Sindipetro AL/SE), entidade que tem se posicionado fortemente contra o programa de ativos da estatal.

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below