15 de Março de 2017 / às 20:46 / em 8 meses

Ibovespa fecha em alta de 2,37% após decisão do Fed

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado acionário brasileiro fechou com ganhos nesta quarta-feira, recuperando o patamar dos 66 mil pontos perdidos no início do mês, após o Federal Reserve elevar os juros conforme amplamente esperado e indicar a manutenção de um ritmo gradual para os próximos passos do aperto monetário nos Estados Unidos.

O Ibovespa subiu 2,37 por cento, maior alta desde 12 de janeiro, a 66.234 pontos. O giro financeiro foi de 9,89 bilhões de reais, já incluindo o volume movimentado pelo vencimento de opções sobre o índice.

O banco central norte-americano elevou os juros para faixa entre 0,75 por cento e 1 por cento e disse que mais aumentos dos juros seriam apenas “graduais”, com as autoridades mantendo seu cenário de mais duas altas este ano e mais três em 2018.

“O mercado estava mais apreensivo caso houvesse alguma indicação de aperto mais acelerado... A decisão não foi unânime, com um deles preferia não aumentar os juros, e isso também confirma que não há indicação de intenção em acelerar o ritmo mesmo”, disse o analista da Um Investimentos Aldo Moniz.

Localmente, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou na véspera ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de inquérito contra políticos detentores de mandato, com base nos acordos de delação premiada de 77 executivos da Odebrecht com a operação Lava Jato.

As atenções agora se voltam para a confirmação dos nomes envolvidos que, segundo reportagens publicadas após o envio dos pedidos, envolvem o núcleo do governo do presidente Michel Temer, e o potencial impacto que o andamento desses inquéritos pode ter no avanço de medidas como a reforma da Previdência.

Pouco depois do fechamento, a agência de classificação de risco Moody’s elevou a perspectiva de rating do Brasil de negativa para estável, citando estabilização das condições macroeconômicas.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN subiu 4,49 por cento e PETROBRAS ON avançou 2,64 por cento, em sessão de ganhos nos preços do petróleo no mercado internacional. Mais cedo, as ações da petrolífera mostraram alguma volatilidade, refletindo também a espera pela decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre as vendas dos ativos. Perto do fechamento, o TCU revogou, com ressalvas, uma medida cautelar que suspendia a venda de ativos, determinando que as negociações dos projetos Ópera e Portfólio 1 podem continuar no atual estágio, enquanto a venda de demais ativos precisa começar do zero. [O/R]

- VALE PNA teve alta de 6,92 por cento, a maior alta desde 10 de novembro, quando subiu 8,2 por cento. VALE ON valorizou-se em 6,9 por cento, em sessão de fortes ganhos para o minério de ferro na China.

- ESTÁCIO PARTICPAÇÕES ON avançou 7,12 por cento, liderando os ganhos do Ibovespa e após cair 4,5 por cento nas duas sessões anteriores. A empresa divulga seu resultado do quarto trimestre ainda nesta quarta-feira. KROTON ON ganhou 5 por cento.

- BRASKEM PNA avançou 3,52 por cento, em movimento de recuperação após cair 2,5 por cento na véspera.

- EMBRAER ON caiu 1,08 por cento, entre as poucas ações a fechar em baixa no pregão, recuando pela segunda sessão seguida e acumulando perda de 2,8 por cento no período. Na semana passada, a ação chegou ao maior patamar de fechamento desde maio do ano passado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below