21 de Março de 2017 / às 14:41 / 5 meses atrás

Bovespa recua com pressão de Vale; cautela com operação da PF persiste

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava no vermelho nesta terça-feira, pressionado pela baixa nas ações da Vale em sessão de recuo nos preços do minério de ferro na China, e ainda refletindo receios com relação à operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

Às 11:35, o Ibovespa caía 1,85 por cento, a 63.682 pontos. O giro financeiro somava 1,95 bilhão de reais.

Na sexta-feira, a Polícia Federal lançou a operação para desarticular uma organização criminosa envolvendo fiscais agropecuários federais e cerca de 40 empresas e as atenções seguem voltadas aos desdobramentos da ação, conforme alguns importadores de carne brasileira anunciam suspensão ou aumento nas exigências para comprar produtos do país.

Nesta terça-feira, a China pediu que o Brasil adote medidas de segurança mais severas em seus embarques de alimentos, enquanto Hong Kong vetou a importação de carne brasileira. Já a Coreia do Sul suspendeu a proibição à compra de frango da BRF.

"O risco de imagem fará (o mercado) sofrer bastante", disse o gestor da mesa de operações de Bovespa da Coinvalores Marco Tulli Siqueira.

O noticiário político local também permanece no radar dos investidores, que monitoram as negociações para a votação da reforma da Previdência.

DESTAQUES

- JBS ON caía 1,3 por cento, com investidores ainda avaliando os impactos da operação Carne Fraca, da Polícia Federal e efeitos no mercado global com países ainda anunciando vetos à compra de carne brasileira. Na véspera, as ações da empresa reverteram as fortes perdas do início do pregão e fecharam em alta de 0,75 por cento.

- BRF ON recuava 1,76 por cento, anulando os ganhos vistos mais cedo quando chegou a subir 2,4 por cento no melhor momento. A Coreia do Sul vai suspender a proibição à importação de frango da empresa, após o governo brasileiro notificar o país asiático que carne alterada de cerca de 20 unidades processadoras não havia sido exportada para o mercado sul-coreano.

- MARFRIG ON subia 1,49 por cento, após cair mais de 4 por cento na véspera. MINERVA ON, que não está no Ibovespa, operava estável depois de perder mais de 7 por cento na segunda-feira e aprovar, na noite passada, programa de recompra de até 10 por cento das ações em circulação. As duas empresas não foram citadas na operação da Polícia Federal.

- VALE PNA caía 4,01 por cento e VALE ON perdia 4,2 por cento. O minério de ferro na bolsa de Dalian, na China, caiu 4 por cento nesta sessão, após marcar a semana com maior ganhos em dois meses na semana passada.

- GERDAU PN perdia 3,96 por cento, USIMINAS PNA tinha baixa de 3,58 por cento e CSN recuava 4,38 por cento, também refletindo as perdas nos preços do minério de ferro e do aço da China.

- QUALICORP ON caía 3,47 por cento, devolvendo os ganhos vistos mais cedo, quando subiu 2,5 por cento na máxima. No radar estava o resultado da empresa, que reportou alta de 27,6 por cento no lucro líquido do quarto trimestre ante igual período do ano anterior.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below