21 de Março de 2017 / às 21:27 / 5 meses atrás

Wall St afunda com temor de atraso na promessa de Trump de cortar impostos

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos caíram nesta terça-feira, com investidores temerosos de que o presidente Donald Trump terá dificuldade para entregar os prometidos cortes de impostos que levaram os mercados para máximas históricas recentemente, e com o nervosismo aumentando antes de uma importante votação sobre o sistema de saúde.

O S&P 500 e o Dow Jones Industrial Average recuaram mais de 1 por cento e tiveram as suas piores performances em um dia desde antes da vitória de Trump na eleição de novembro.

O índice Dow Jones caiu 1,14 por cento, a 20.668 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,24 por cento, a 2.344 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 1,83 por cento, a 5.794 pontos

O índice financeiro do S&P recuou 2,87 por cento, a maior queda diária desde junho. A queda adicionou perdas ao setor desde que o Federal Reserve, banco central norte-americano, aumentou a taxa de juros em 0,25 ponto percentual na semana passada e sinalizou que manteria um ritmo gradual de aumentos, uma posição menos agressiva do que alguns investidores esperavam.

Os bancos se beneficiam de taxa de juros mais altas e suas ações são sensíveis a mudanças nas expectativas sobre a rapidez em que o Fed ajustará os juros.

O Bank of America caiu 5,77 por cento, a maior queda do S&P 500, enquanto uma queda de 3,72 por cento na ação do Goldman Sachs pressionou o índice Dow Jones.

"Havia um sentimento de que o Fed estaria possivelmente mais hawkish na semana passada. Isso não aconteceu", disse Mark Kepner, diretor geral da Themis Trading em Chatham, Nova Jersey.

Os líderes do Partido Republicano esperam colocar em debate na quinta-feira para votação a controversa legislação de saúde. Mas eles só podem se dar ao luxo de perder cerca de 20 votos entre os republicanos, ou arriscar ver o projeto rejeitado, uma vez que a minoria democrata está unida contra ele.

Os investidores vêem as dificuldades do governo Trump em levar adiante a reforma do sistema de saúde como um sinal de que ele também pode enfrentar dificuldade com a promessa de redução de impostos corporativos.

As expectativas pela redução de impostos são uma das principais razões para o aumento de 10 por cento no S&P 500 desde a eleição de Trump.

"O mercado está começando a ficar um pouco farto com a falta de progresso na área de saúde, porque tudo o resto está sendo posto de lado", disse RJ Grant, chefe de negociação na Keefe, Bruyette & Woods, em Nova York.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below