30 de Março de 2017 / às 15:02 / em 5 meses

Bovespa tem leve baixa após 6 pregões de alta; BRF é destaque negativo

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista mostrava fraqueza nesta quinta-feira, após oscilar entre leves altas e baixas na primeira hora do pregão, enfrentando dificuldades para manter o tom positivo após seis pregões no azul e tendo as ações da BRF (BRFS3.SA) entre os destaques negativos.

Às 11:53, o Ibovespa .BVSP caía 0,2 por cento, a 65.398 pontos. Nos seis pregões anteriores, o índice acumulou alta de 4 por cento. O giro financeiro era de 1,45 bilhão de reais.

No cenário político, o mercado digeria o anúncio do governo na noite passada de medidas para cumprir a meta fiscal deste ano, que incluíram o corte de 42,1 bilhões de reais em gastos discricionários e o fim da desoneração da folha de pagamentos para cerca de 50 setores. Além disso, o governo equiparou a incidência do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para cooperativas de crédito à alíquota cobrada dos bancos. [nL2N1H62BP]

"O (ponto) negativo é o fato de que empresas antes beneficiadas com a desoneração passam a ter que pagar mais impostos, podendo prejudicar a recuperação econômica em ambiente já difícil", escreveram analistas da corretora Lerosa Investimentos em nota a clientes.

Ainda no front local, o Relatório Trimestral de Inflação, divulgado nesta manhã, mostrou que o Banco Central passou a ver inflação mais baixa em 2017 e também deixou claro que vai fazer uma "intensificação moderada" no ritmo de corte dos juros básicos. [nL2N1H70CI]

DESTAQUES

- VALE PNA (VALE5.SA) caía 0,10 por cento e VALE ON (VALE3.SA) perdia 0,66 por cento, em sessão de baixa nos preços de minério de ferro na China. As ações da mineradora subiram nos três pregões anteriores, com o papel PNA acumulando ganho de 5,4 por cento no período.

- BRF ON (BRFS3.SA) perdia 1,8 por cento, após subir nos três pregões anteriores, quando refletiu a decisão de importantes mercados importadores de voltar a comprar carne brasileira.

- JBS ON (JBSS3.SA) recuava 1,15 por cento, com investidores tendo ainda no radar os impactos da operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Na véspera, a empresa informou que vai dar férias coletivas por 20 dias aos funcionários de dez de suas 36 unidades de abate bovinos no Brasil para ajustar a capacidade da empresa às restrições impostas ao setor. [nL2N1H61RU]

- PETROBRAS PN (PETR4.SA) subia 0,42 por cento, enquanto PETROBRAS ON PETR3.SA caía 0,2 por cento, em sessão de volatilidade para os papéis da empresa, após subirem mais de 3 por cento na véspera. Os preços do petróleo no mercado internacional buscavam firmar-se no azul nesta sessão, em meio a expectativas de ampliação nos cortes de produção da Opep. [O/R]

- KLABIN KLBN11.SA tinha alta de 1,7 por cento, ampliando os ganhos das duas sessões anteriores. O Itaú BBA elevou a recomendação para as units da empresa de papel e celulose para "outperform", com preço-alvo de 20 reais. [nL2N1H70UZ]

- BM&FBOVESPA ON (BVMF3.SA) subia 0,67 por cento. A empresa concluiu na véspera a troca de ações com a Cetip, que deixou de ter os papéis negociados, e propôs mudar o nome da para B3 - Brasil, Bolsa, Balcão. [nL2N1H70AL]

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em .PL.BVSP Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em .PG.BVSP

Por Flavia Bohone; Edição de Raquel Stenzel

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below