5 de Abril de 2017 / às 10:29 / 7 meses atrás

CEO da Telecom Italia diz que deve permanecer independente de escolha do presidente do conselho

MILÃO (Reuters) - O presidente-executivo da Telecom Italia, Flavio Cattaneo, planeja manter seu atual cargo no grupo telefônico italiano, independentemente de quem os acionistas escolherem para nomear como próximo presidente do conselho de administração, disse o executivo nesta quarta-feira.

Cattaneo fez as declarações depois de informações de que poderia decidir sair se o principal accionista, a Vivendi, pressionasse para que o CEO do grupo francês, Arnaud de Puyfontaine, se tornasse presidente do conselho da Telecom Italia com pelo menos os mesmos poderes do atual presidente Giuseppe Recchi. O conselho da Telecom Italia deve ser renovado em maio.

“Vou permanecer independentemente do presidente que os acionistas decidirem escolher, pois estou certo de que eles vão me colocar em uma posição para trabalhar bem”, disse Cattaneo em paralelo a um evento em Roma, de acordo com comentários enviados por um porta-voz.

Ele acrescentou que não houve desentendimentos com os acionistas, incluindo a Vivendi, e que todos eles compartilhavam uma visão comum para a estratégia da empresa.

Fontes disseram que a Vivendi está considerando colocar Puyfontaine como o próximo presidente do conselho da Telecom Italia, o que pode agravar as preocupações sobre a crescente influência do grupo francês sobre as empresas italianas.

Reportagem de Agnieszka Flak

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below