6 de Abril de 2017 / às 10:56 / 8 meses atrás

Índices da China terminam na máxima de 4 meses com plano de zona econômica

SYDNEY/XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China ampliaram os ganhos nesta quinta-feira, atingindo a máxima de 4 meses, com os investidores ainda buscando ações que podem se beneficiar do lançamento pelo governo de uma nova zona econômica perto de Pequim.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,30 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,35 por cento.

Grande parte da atenção do mercado estava na nova zona especial de Xiongan, descrita como “um projeto de mil anos”, com dezenas de ações relacionadas ao plano avançando no limite permitido de 10 por cento pela segunda sessão consecutiva.

Muitas corretoras domésticas esperam que a iniciativa se torne um tema de investimento forte nos próximos meses, dada a proeminência do plano.

No restante da região os mercados recuaram em meio ao menor apetite por risco diante de sinais de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, pode começar a reduzir seu portfólio neste ano.

Os investidores também mostram cautela antes de uma reunião potencialmente tensa entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o da China, Xi Jinping.

O medo persistente de uma possível guerra comercial mantinha os mercados apreensivos e o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,51 por cento às 7:53 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,40 por cento, a 18.597 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,52 por cento, a 24.273 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,35 por cento, a 3.281 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,30 por cento, a 3.514 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,37 por cento, a 2.152 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,52 por cento, a 9.897 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,03 por cento, a 3.175 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,34 por cento, a 5.856 pontos.

Por Wayne Cole, Luoyan Liu e John Ruwitch

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below