13 de Abril de 2017 / às 21:39 / em 8 meses

Wall St recua por resultados dos bancos e riscos globais

(Reuters) - Os principais índices de ações norte-americanos recuaram nesta quinta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, com o investidores ponderando os resultados trimestrais de grandes bancos norte-americanos e as tensões geopolíticas, enquanto o setor de tecnologia caiu pela décima sessão consecutiva.

O índice Dow Jones caiu 0,67 por cento, a 20.453 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,68 por cento, a 2.328 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuou 0,53 por cento, a 5.805 pontos.

As ações do Wells Fargo recuaram 3,3 por cento, puxando para baixo o S&P 500, depois que o banco anunciou queda na receita bancária hipotecária. O Berkshire Hathaway também divulgou no fim de quarta-feira que havia cortado sua participação no banco.

A ação do JPMorgan caiu 1,2 por cento e do Citigroup recuou 0,8 por cento, apesar de as empresas relataram lucros trimestrais melhores do que o esperado. Ao divulgar os balanços, os bancos revelaram mais evidências de uma desaceleração no crescimento dos empréstimos.

O índice de bancos do S&P 500 recuou para o patamar mais baixo desde o início de dezembro.

Os investidores buscaram ativos seguros durante a semana por causa das tensões geopolíticas na Síria e na Coréia do Norte. A notícia de uma bomba enorme atirada pelos Estados Unidos no leste do Afeganistão nesta quinta-feira adicionou à incerteza aos mercados.

Kate Warne, principal estrategista de investimentos da Edward Jones em St. Louis, disse que uma queda nos rendimentos dos títulos pressionou as ações antes de um fim de semana prolongado nos Estados Unidos.

“O que vimos é investidores do resto do mundo colocando mais dinheiro em títulos dos EUA” por causa de preocupações geopolíticas, disse Warne.

O setor de tecnologia caiu 0,4 por cento, marcando sua maior série de quedas desde maio de 2012.

Os resultados dos bancos iniciaram o que se espera que seja uma forte temporada de balanços nos EUA neste primeiro trimestre. As empresas do S&P 500 devem registrar um aumento de 10,4 por cento no lucro do período, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below