20 de Abril de 2017 / às 12:30 / 6 meses atrás

Produção de minério da Vale no 1° tri é recorde para o período

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de minério de ferro da mineradora brasileira Vale entre janeiro e março foi recorde para um primeiro trimestre, com alta de 11,2 por cento ante o mesmo período do ano passado, para 86,2 milhões de toneladas, informou a companhia nesta quinta-feira.

Mina Ferro Carajas, da Vale, em Parauapebas, no Pará. 29/05/2012 REUTERS/Lunae Parracho

A mineradora, maior produtora global de minério de ferro, atribuiu o avanço à aceleração das atividades nos projetos S11D, em Canaã dos Carajás, Pará, que entrou em operação comercial neste ano, e Itabiritos, no Sistema Sudeste.

Em relação ao quarto trimestre de 2016, a produção no período caiu 6,7 por cento, devido à sazonalidade climática no primeiro trimestre do ano, que afetou principalmente a performance do Sistema Norte.

O Sistema Norte, que compreende as operações de Carajás, Serra Leste e S11D, também atingiu um recorde para um primeiro trimestre, de 36 milhões de toneladas nos três primeiros meses do ano, alta de 11,1 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, como resultado da mina S11D.

Com o resultado, a companhia reiterou sua meta para o ano, que será registrar produção entre 360 milhões e 380 milhões de toneladas. Além disso, a Vale destacou que provavelmente atingirá o caso base de sua meta de 400 milhões de toneladas a partir do final de 2018, conforme apresentado no Vale Day, em dezembro de 2016.

Os embarques de minério de ferro e pelotas do Brasil e Argentina somaram 77,7 milhões de toneladas no primeiro trimestre, alta de 6,1 milhões de toneladas em relação ao mesmo período de 2016, devido, principalmente, à maior produção no Sistema Norte e no Sistema Sudeste.

A empresa destacou que os volumes blendados na Ásia totalizaram 12,4 milhões de toneladas entre janeiro e março, alta de 6,5 milhões de toneladas em relação ao primeiro trimestre do ano passado, como resultado de uma nova estratégia, que permite respostas mais rápidas a mudanças de mercado.

Já a produção de níquel da Vale foi de 71,4 mil toneladas no primeiro trimestre, queda 14 por cento ante o trimestre anterior e recuo de 2,9 por cento ante o mesmo período de 2016 devido, principalmente, a paradas de manutenção na Indonésia e no Japão e a dificuldades operacionais nas operações em Thompson, disse a Vale, sem entrar em detalhes.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below