24 de Abril de 2017 / às 21:06 / 4 meses atrás

Pilotos e comissários de voo decretam estado de greve contra reforma trabalhista

Membros da tripulação de companhias aéreas participam de greve no aeroporto de Congonhas em São Paulo, no Brasil 03/02/2016Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - Os pilotos e comissários de voo decretaram nesta segunda-feira estado de greve contra a reforma trabalhista, com o sindicato da categoria destacando os enormes riscos à profissão de pilotos e comissários contidos na proposta.

Em comunicado enviado à imprensa, o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) disse que uma nova assembleia será realizada na quinta-feira para a categoria se decidir sobre eventual paralisação.

O sindicato destaca que a proposta para a reforma trabalhista em trâmite no Congresso Nacional impacta, inclusive, a segurança de voo. A entidade afirmou também que vem "atuando intensamente nos últimos dias para conscientizar deputados, inclusive o relator do projeto, sobre as necessidades específicas dos pilotos e comissários".

A comissão especial da Câmara que debate a reforma trabalhista deve votar na terça-feira o parecer do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), determinando, entre outros pontos, a prevalência dos acordos sobre a legislação nas relações entre empregados e empregadores. A ideia é levar a proposta ao plenário da Câmara já no dia seguinte à sua aprovação na comissão.

O parecer lista exemplos em que as negociações coletivas se sobreporão às leis vigentes. Por outro lado, prevê uma série de direitos e garantias que não poderão ser reduzidos ou suprimidos.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below