27 de Abril de 2017 / às 14:15 / em 6 meses

Lucro da Klabin cai, mas Ebitda sobe no 1º tri

SÃO PAULO (Reuters) - A produtora de papel e celulose Klabin informou nesta quinta-feira que teve lucro líquido de 602 milhões de reais, queda de 44 por cento contra mesma etapa de 2016.

Mas o resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado teve aumento de 5 por cento ano a ano, para 539 milhões de reais.

O volume de vendas da Klabin, excluindo madeira, foi de 759 mil toneladas no trimestre, alta de 66,8 por cento em um ano. Mas a receita líquida subiu menos, 28 por cento, para 1,87 bilhão de reais, refletindo em parte o efeito da queda do dólar contra o real nas exportações.

Mesmo com a recuperação do preço lista de celulose de fibra curta da Foex, que cresceu 14 por cento em relação ao fim de dezembro, a receita líquida caiu 5 por cento na base sequencial.

O custo caixa, que contempla a venda dos produtos da companhia, foi de 1.798 por tonelada no trimestre, redução de 15 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior.

A dívida líquida da Klabin no fim de março somava 11,37 bilhões de reais, significando queda de 628 milhões sobre o fim de 2016, refletindo em parte o efeito cambial sobre a dívida em dólar. Assim, a relação dívida líquida/Ebida ajustado caiu 0,3 ponto em três meses, para 4,9 vezes.

A Klabin investiu 251 milhões de reais no período, menos que os 511 milhões do trimestre anterior e dos 853 milhões de um ano antes, à medida que se aproxima de concluir o projeto Puma.

Por Aluísio Alves

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below