27 de Abril de 2017 / às 18:30 / 5 meses atrás

Vendas de supermercados recuam 3,87% em março com efeito de Páscoa, diz Abras

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas reais dos supermercados do Brasil caíram 3,87 por cento em março sobre o mesmo período de 2016, mas subiram 4,49 por cento na comparação com fevereiro, informou nesta quinta-feira a associação que representa o setor, Abras.

O desempenho foi influenciado pela Páscoa, que no ano passado foi comemorada em março, o que ampliou a base de comparação.

“Neste ano, as vendas da data (Páscoa) se concentraram em abril, o que impulsionou o resultado negativo”, disse o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, em nota à imprensa.

Em termos nominais, as vendas do setor supermercadista em março subiram 0,56 por cento ante março de 2016 e 4,75 por cento em relação a fevereiro.

No primeiro trimestre, Índice Nacional de Vendas do setor acumulou declínio real de 1,4 por cento na comparação anual. Em termos nominais, houve alta de 3,45 por cento.

Na visão de Sanzovo Neto, embora o país ainda esteja passando por um momento econômico difícil, com elevação da taxa de desemprego, a Abras aposta em uma recuperação nos próximos meses e por isso mantém previsão de crescimento de 1,30 por cento nas vendas em 2017.

Por Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below