2 de Maio de 2017 / às 17:08 / em 7 meses

Mercados acionários europeus avançam na 1ªsessão de maio com resultados corporativos fortes

LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus avançaram na primeira sessão de maio, sustentados por resultados corporativos favoráveis e dados da indústria que ampliam as evidências de uma economia robusta na região.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,66 por cento, a 1.528 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,75 por cento, a 390 pontos.

As ações dos setores financeiro e de indústria deram o maior impulso ao STOXX, que terminou no nível mais alto desde agosto de 2015.

Já o índice francês atingiu a máxima em quase uma década e o DAX da Alemanha teve novo recorde.

Com cerca de um terço das empresas do MSCI da Europa tendo divulgado os resultados do primeiro trimestre, o crescimento do lucro corporativo na região está sendo tão saudável quanto nos Estados Unidos. De modo geral, os lucros do primeiro trimestre na Europa devem crescer 13,9 por cento, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A atividade da indústria da zona do euro atingiu a máxima de seis anos em abril, uma vez que a demanda permaneceu forte apesar do aumento dos preços, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

Isto se soma a uma série de dados que indicam que o contexto econômico para as empresas europeias está melhorando.

“A principal razão pela qual estamos otimistas é porque as empresas europeias estão extremamente bem conectadas para se beneficiarem da história de reflação global, e da aceleração do crescimento da China e dos Estados Unidos”, disse a estrategista-chefe de multi-ativos da Blackrock, Isabelle Mateos Y Lago.

A BP avançou 1,6 por cento depois que seu lucro no primeiro trimestre triplicou, graças ao aumento dos preços do petróleo e da produção.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,64 por cento, a 7.250 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,56 por cento, a 12.507 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,70 por cento, a 5.304 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,60 por cento, a 20.733 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,98 por cento, a 10.820 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,68 por cento, a 5.118 pontos.

Por Helen Reid e Danilo Masoni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below