24 de Maio de 2017 / às 10:39 / em 4 meses

BRF pode acionar Justiça para obter reparação por eventuais prejuízos causados por JBS

SÃO PAULO (Reuters) - A BRF desconhece qualquer relação ou envolvimento de seus ex-conselheiros de administração com o grupo JBS, mas avalia entrar na Justiça para obter reparação por eventuais prejuízos, informou a empresa em comunicado na noite de terça-feira.

Em resposta a um questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre reportagem de que seus ex-conselheiros Luis Carlos Fernandes Afonso e Carlos Fernando Costa teriam recebido propina da JBS, a BRF disse que algumas das práticas descritas pelo empresário Joesley Batista no acordo de delação premiada “podem ter impactos nas esferas penal, cível, concorrencial e regulatória”, dando razões para o “ajuizamento de medidas judiciais e/ou administrativas de distintas naturezas contra os indivíduos e as empresas envolvidas”.

Por Gabriela Mello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below