29 de Maio de 2017 / às 13:51 / em 6 meses

Intenção de paulistano de contrair dívida cai em maio ante abril com incerteza política, diz FecomercioSP

SÃO PAULO (Reuters) - Consumidores paulistanos mostraram menor disposição para contrair dívidas em relação a abril, diante do quadro de incertezas políticas no país, mas tal propensão segue acima do patamar visto um ano antes, mostrou pesquisa da FecomercioSP.

O índice de intenção de financiamento ficou em 15,6 pontos em maio, queda de 16,4 por cento ante o mês anterior, mas ainda acima dos 14,4 pontos registrados em igual período de 2016, segundo a Pesquisa de Risco e Intenção de Endividamento (PRIE).

O índice de segurança de crédito caiu para 72,3 pontos, ante 82 pontos em abril e 80,1 pontos em maio de 2016. Esse indicador reflete se as pessoas têm aplicações financeiras que servem como uma espécie de colchão de proteção para créditos contratados.

Maio interrompe alguns meses de retomada gradativa da intenção do consumidor em voltar ao mercado de crédito e financiar parte de suas compras, destacou a entidade, em nota.

“Resta saber se isso é apenas momentâneo, um erro estatístico, ou de fato uma expressão do cansaço em esperar uma melhoria da economia mais proeminente e veloz”, avaliou a assessoria da FecomercioSP.

Conforme a equipe da entidade, as famílias não conseguem tornar suas expectativas mais concretas diante, principalmente, da instabilidade do ambiente político.

Por Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below