2 de Junho de 2017 / às 13:17 / 6 meses atrás

Ex-presidente da estatal Valec é preso por corrupção em obras da Ferrovia Norte-Sul

(Reuters) - O ex-presidente da estatal Valec José Francisco das Neves, conhecido como Juquinha, foi preso nesta sexta-feira pela Polícia Federal por suspeita de lavagem de dinheiro de propina de até 20 milhões de reais relacionada às obras de construção da Ferrovia Norte-Sul, informou o Ministério Público Federal (MPF).

A prisão foi um desdobramento da operação “De Volta aos Trilhos”, deflagrada na semana passada e que resultou na prisão do filho de Juquinha, Jader Ferreira das Neves, e de um advogado acusado de ser laranja do esquema de lavagem de dinheiro comandando pelo ex-presidente da Valec.

Pedido de prisão apresentado pelo MPF de Goiás na última semana havia sido rejeitado pela Justiça Federal, mas novos depoimentos à Polícia Federal de outros suspeitos de envolvimento no esquema citaram a participação direta de Juquinha, o que levou os procuradores a apresentarem novo pedido de prisão preventiva, dessa vez acatado. Não foi possível fazer contato com a defesa dos suspeitos.

O ex-presidente da Valec e seu filho são suspeitos de continuarem a lavar dinheiro oriundo de propina, mantendo parte do patrimônio oculta, apesar de já terem sido condenados a 10 e 7 anos de prisão, respectivamente, por formação de quadrilha e lavagem de aproximadamente 20 milhões de reais provenientes da prática de crimes de cartel, fraudes em licitações, peculato e corrupção nas obras de construção da Ferrovia Norte-Sul. Os dois aguardavam julgamento de seus recursos em liberdade.

A operação “De Volta aos Trilhos” contou com acordos de delação premiada de executivos das construtoras Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez com o MPF em Goiás, em colaboração com a força-tarefa da Lava Jato, nos quais os empresários confessaram o pagamento de propina ao então presidente da Valec.

A estatal, vinculada ao Ministérios dos Transportes, tem como função a construção e exploração de infraestrutura ferroviária no país.

A ferrovia Norte-Sul, concebida na década de 1980 ainda no governo José Sarney, será o principal eixo logístico de integração ferroviária do país, ligando as regiões produtoras de grãos no Centro-Oeste do país aos portos da região Norte, bem como à malha ferroviária do Sul e Sudeste, ampliando as opções de escoamento até os portos, quando for finalmente concluída.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below