20 de Junho de 2017 / às 15:26 / 2 meses atrás

Presidente do BNDES diz política de campeões nacionais é um "cacoete"

Presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, durante cerimônia no Rio de Janeiro. 01/06/2017Pilar Olivares

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, minimizou nesta terça-feira críticas à política de campeões nacionais, afirmando que o banco de fomento tornou "inúmeras empresas em campeãs nacionais desde os seus primórdios".

"É quase um cacoete com o qual recentemente temos que lidar e que não corresponde necessariamente à verdade histórica do banco", disse, acrescentando que o BNDES ao longo de sua história tem feito "milhares e dezenas de milhares de campeões nacionais entre pequenos, médios e, é claro, grandes" empresas.

Em evento no Rio de Janeiro, Rabello de Castro disse ainda que o refinanciamento de dívidas dos Estados não se trata de um pacote de bondades e que faz parte de uma repactuação federativa.

Por Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below