20 de Junho de 2017 / às 20:21 / em 5 meses

Rejeição de reforma trabalhista em comissão no Senado é evento "absolutamente corriqueiro", diz Meirelles

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que a rejeição do texto da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) no Senado é um evento “absolutamente” corriqueiro dentro do processo legislativo.

O ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, durante evento em São Paulo 30/05/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

“Nosso plano de trabalho está baseado na hipótese de que a reforma trabalhista será aprovada e estamos bastante serenos quanto a isso”, acrescentou Meirelles em vídeo que será veiculado pelo Palácio do Planalto.

Nesta tarde, a CAS rejeitou o parecer oficial do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), impondo derrota inesperada ao governo com a participação de integrantes da base aliada, num momento em que o presidente Michel Temer busca demonstrar força no Congresso diante da grave crise política que enfrenta.

Por Lisandra Paraguassu

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below