21 de Junho de 2017 / às 10:07 / 5 meses atrás

Presidente do BC do Japão diz que é necessário manter política monetária frouxa

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, afirmou que a manutenção das atuais condições de política monetária frouxa é apropriada porque os preços estão em defasagem em relação às melhoras da economia e permanecem distantes da meta de inflação do banco central.

Kuroda, em um discurso nesta quarta-feira, reiterou o crescente otimismo do Banco do Japão no cenário econômico devido ao aumento das exportações, maior produção industrial e aperto do mercado de trabalho.

As declarações de Kuroda foram dadas depois que a ata da reunião de 26 e 27 de abril do banco central mostrou que as autoridades não veem problemas se as compras de dívida pelo governo caírem abaixo de sua orientação para as operações de mercado.

“Nossa economia está em base mais firme, mas ainda estamos bastante distantes de nossa meta de inflação de 2 por cento”, disse Kuroda.

“É apropriado manter as condições monetárias frouxas com nossa atual estrutura de operações do mercado.”

O Banco do Japão manteve a política monetária na reunião de abril e ofereceu sua avaliação mais otimista da economia em nove anos.

Desde então, Kuroda tem repetidamente sinalizado que não contempla o fim antecipado do estímulo, e que o ritmo de compras de dívida do governo pode aumentar de novo tão facilmente quanto diminuiu recentemente.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below