28 de Junho de 2017 / às 12:51 / em 4 meses

Aumento de empréstimo de emergentes leva dívida global para recorde de US$217 tri, diz IIF

LONDRES (Reuters) - Os níveis da dívida global aumentaram para o recorde de 217 trilhões de dólares, impulsionados pelos empréstimo de 3 trilhões de dólares no mundo em desenvolvimento, disse o Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês), alertando sobre os riscos para os mercados emergentes dos pagamentos da dívida de curto prazo.

O IIF afirmou em nota na terça-feira que a dívida global cresceu para 327 por cento da produção econômica anual mundial até o primeiro trimestre de 2017 e o aumento foi impulsionado principalmente pelos empréstimos nos mercados emergentes.

Embora as economias avançadas continuem a desalavancar, reduzindo a dívida total pública e privada em mais de 2 trilhões de dólares no ano passado, o relatório mostrou que a dívida total nos países em desenvolvimento cresceu em 3 trilhões de dólares, para 56 trilhões de dólares.

Isso representa 218 por cento do PIB deles combinado, cinco pontos percentuais acima do registrado no primeiro trimestre de 2016.

A China representa 2 trilhões de dólares desse aumento, com sua dívida agora em quase 33 trilhões de dólares, liderada pelas famílias mas também incluindo as empresas, disse o IIF.

“O aumento da dívida pode criar obstáculos para o crescimento de longo prazo e, eventualmente, implicar em riscos para a estabilidade financeira”, disse o relatório.

Por Sujata Rao

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below