30 de Junho de 2017 / às 16:24 / em 5 meses

Plano dos EUA de impor tarifas nas importações de aço recebe críticas generalizadas na OMC

GENEBRA (Reuters) - A proposta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de restringir as importações de aço e alumínio do país por razões de segurança nacional foi atacada na Organização Mundial do Comércio (OMC) nesta sexta-feira, com China, União Européia, Brasil, Austrália, Taiwan e Rússia levantando preocupações.

Representantes da China e da UE disseram ao Conselho de Mercadorias da OMC que as tarifas da “seção 232” não podem ser justificadas por motivos de segurança nacional, segundo uma autoridade de comércio que participou da reunião, enquanto outros mostraram preocupação com o risco potencial para o sistema de comércio mundial em si.

O governo Trump, que está estudando a imposição de tarifas, adiou a publicação de um estudo muito aguardado sobre o assunto até que o presidente tenha falado com os demais líderes do G20 na Alemanha na próxima semana, disse um funcionário do governo norte-americano na quinta-feira.

Por Tom Miles

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below