3 de Julho de 2017 / às 12:38 / 2 meses atrás

Preços sobem com redução de sondas nos EUA, apesar de produção da Opep

LONDRES (Reuters) - Os preços do petróleo subiam nesta segunda-feira, na oitava sessão consecutiva de alta, com dados que mostraram uma moderação na produção dos Estados Unidos, apesar de evidências de uma oferta crescente por parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O petróleo Brent subia 0,24 dólar, ou 0,49 por cento, a 49,01 dólares por barril, às 9:33 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,29 dólar, ou 0,63 por cento, a 46,33 dólares por barril.

As atividades de perfuração por petroleiras dos EUA caíram pela primeira vez desde janeiro na semana passada, com redução de duas plataformas na contagem de equipamentos em operação, enquanto dados do governo norte-americano mostraram que a produção de petróleo do país caiu em abril pela primeira vez no ano.

"O sentimento virou e acho que nós devemos ter uma alta (nos preços). Não acho que isso vá durar, mas o momento agora é dos altistas", disse o analista PVM Oil Associates, Tamas Varga.

Ainda assim os mercados de petróleo seguem com excesso de oferta, com a produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) tendo atingido um pico em 2017.

"Nos atuais níveis de produção, a Opep não vai ter sucesso em eliminar completamente o excesso de estoques até o final do ano", disseram em nota analistas do Commerzbank.

Por Amanda Cooper

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below