5 de Julho de 2017 / às 10:22 / 2 meses atrás

Empresas da zona do euro enfraquecem em junho mas ainda são fortes, mostra PMI

LONDRES (Reuters) - As empresas da zona do euro perderam força em junho mas registraram no trimestre passado seu melhor desempenho em mais de seis anos, de acordo com a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI Composto final do IHS Markit chegou a 56,3 em junho, contra 56,8 em maio, mas ficou acima da preliminar de 55,7. Ele permanece acima da marca de 50 que separa crescimento de contração desde meados de 2013.

"O PMI final ficou acima da estimativa preliminar e consequentemente sinalizou apenas uma pequenas perda de ímpeto de crescimento no final do segundo trimestre", disse Chris

Williamson, economista-chefe do IHS Markit.

Ele afirmou que a leitura indica que a economia da zona do euro cresceu 0,7 por cento no segundo trimestre, acima da taxa de 0,5 por cento esperada em pesquisa da Reuters no mês passado.

Sugerindo que a força pode voltar este mês, os negócios pendentes aumentaram uma vez que as novas encomendas em junho tiveram a segunda taxa mais forte em mais de seis anos. O subíndice aumentou para 56,0 de 55,9 em maio.

"A queda do PMI em junho certamente não parece o início de uma desaceleração", completou Williamson.

O PMI do setor de serviços caiu a 55,4 de 56,3 em maio, mas ficou acima da preliminar de 54,7.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below