7 de Julho de 2017 / às 23:46 / em 5 meses

Ações contra a Petrobras nos EUA precisam de mudanças, diz corte de apelações

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um juiz dos EUA deve redefinir quais grupos de investidores podem processar a Petrobras na tentativa de recuperar bilhões de dólares de supostas perdas ligadas ao escândalo de corrupção que envolveu a petroleira no Brasil, afirmou nesta sexta-feira um tribunal de recursos norte-americano.

Entretanto, o 2º Tribunal de Apelações do Circuito dos EUA em Manhattan rejeitou o pedido da Petrobras de que ele imponha um padrão mais difícil para os investidores nas ações antes de provarem que foram lesados.

Jeremy Lieberman, um advogado dos investidores, afirmou em um comunicado que estava “muito satisfeito” com a decisão, que em sua avaliação abriu caminho para que seus clientes busquem uma data de julgamento. O litígio foi suspenso na pendência da resolução do recurso.

A Petrobras não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários.

Investidores moveram ações judiciais após promotores no Brasil acusarem ex-executivos da Petrobras de aceitarem subornos ao longo de uma década, principalmente de empresas de construção e engenharia.

A Petrobras afirmou que foi uma vítima, mas seu valor de mercado mergulhou quando o escândalo se aprofundou.

Por Alexandra Alper no Rio de Janeiro e Jonathan Stempel em Nova York, reportagem adicional de Marta Nogueira no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below