18 de Julho de 2017 / às 20:02 / em 4 meses

União Europeia propõe tarifas sobre aço do Brasil, Irã, Rússia e Ucrânia

LONDRES (Reuters) - A União Europeia está planejando impor tarifas de até 33 por cento sobre as importações de aço laminado a quente do Brasil, Irã, Rússia e Ucrânia para combater o que considera preços injustamente baixos, de acordo um documento visto pela Reuters.

A UE tem mais de 40 medidas antidumping para ajudar os produtores europeus de aço, principalmente destinados a conter as importações da China. Em junho, o bloco estabeleceu direitos de até 35,9 por cento no aço laminado a quente chinês, provocando uma resposta dura de Pequim.

O aço é a segunda maior indústria do mundo depois de petróleo e gás.

A Comissão Europeia, que fiscaliza a política comercial da União Europeia, abriu uma investigação sobre aço laminado a quente importado do Brasil, Irã, Rússia, Ucrânia e Sérvia em julho de 2016, depois que recebeu uma denúncia da associação europeia de aço Eurofer.

A investigação determinou que o aço laminado a quente de todos os países, exceto da Sérvia, passou a responder por 12,6 por cento do mercado do bloco no período de 12 meses encerrado em meados de 2016, ante 7,5 por cento em 2013, com os preços caindo cerca de 25 por cento, de acordo com o documento.

A Comissão está propondo tarifas de 16,3 por cento sobre aço da ArcelorMittal Brasil, 17,5 por cento para a Usiminas e 15,7 por cento para a CSN.

Procurado, o Instituto Aço Brasil (IABr), que representa as siderúrgicas brasileiras, afirmou que as empresas enviaram defesas contra a proposta da UE.

“O IABr vê com preocupação a aplicação de mais uma medida de defesa comercial, uma vez que mais mercados vão se fechando em um cenário de grande excesso de capacidade e oferta, que pode criar desvios de comércio e mais distorções de mercado.”

As ações da Usiminas exibiam queda de 1,2 por cento às 16:15, enquanto os papéis de CSN recuavam 1,7 por cento.

Para as siderúrgicas russas NLMK, MMK e PAO Severstal as tarifas variam de 5,3 a 33 por cento. No caso da iraniana Mobarakeh Steel, a sobretaxa proposta é de 23 por cento, enquanto para a ucraniana Metinvest Group a proposta é de 19,4 por cento.

As tarifas definitivas devem ser aplicadas até 6 de outubro.

Por Maytaal Angel

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below