18 de Julho de 2017 / às 23:02 / 4 meses atrás

Justiça suspende ação movida pelo MPF no caso Samarco, diz Vale

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale informou que a Justiça determinou a suspensão por prazo indefinido da ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF) no processo relacionado ao rompimento da Barragem de Fundão, da Samarco, segundo comunicado divulgado pela companhia nesta terça-feira.

Destroços de escola no município de Bento Rodrigues, que ficou coberto por lama após o rompimento de uma barragem da mineradora Samarco em Mariana, no Estado de Minas Gerais 10/11/2015 REUTERS/Ricardo Moraes/File photo

Em ação civil, procuradores pediram indenizações de 155 bilhões de reais, montante que seria destinado a minimizar o impacto do colapso da barragem em Mariana (MG), em novembro de 2015, que causou o maior desastre ambiental da história do Brasil e deixou 19 mortos e centenas de desabrigados.

A Vale, sócia da BHP Billiton na mineradora Samarco, informou ainda que está mantida a decisão judicial anterior que prorroga até 30 de outubro de 2017 o prazo para celebração do acordo final sobre as indenizações relativas ao caso Samarco.[nL1N1JR08W]

Por Laís Martins

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below