19 de Julho de 2017 / às 17:29 / um mês atrás

Canaviais do Paraná são poupados de geadas desta semana, diz Alcopar

SÃO PAULO (Reuters) - As geadas desta quarta-feira não prejudicaram as plantações de cana-de-açúcar no Paraná, evitando perdas maiores a uma cultura cuja produção neste ano já deverá ser menor, afirmou nesta quarta-feira o presidente da Associação dos Produtores de Bioenergia do Estado (Alcopar), Miguel Rubens Tranin.

O Paraná é o quinto maior produtor de cana-de-açúcar dentre os Estados brasileiros, segundo dados da estatal Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

"Teria ocorrido um efeito mais forte se a umidade relativa do ar estivesse maior, mas estamos há 40 dias sem chuvas (nas áreas produtoras). Então a baixa umidade acabou ajudando", disse ele à Reuters, em conversa por telefone.

Conforme o Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral), as geadas mais fortes se concentraram entre os municípios de Campo Mourão e Cascavel.

Os canaviais no Estado, porém, estão em sua maioria no norte e no noroeste e também não foram afetados pelas geadas de terça-feira.

Conforme Tranin, devido à renovação aquém do ideal, a produtividade dos canaviais está mais baixa neste ano.

A expectativa é de que a moagem pelas usinas e destilarias do Estado caia para 36,7 milhões de toneladas na safra 2017/18, iniciada em abril, ante 40 milhões de toneladas em 2016/17.

Por José Roberto Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below