21 de Julho de 2017 / às 14:07 / 4 meses atrás

Amazon desembolsou US$3,2 mi no 2º tri com esforços de lobby em Washington

WASHINGTON (Reuters) - A Amazon prosseguiu com seus esforços de lobby em Washington e desembolsou 3,2 milhões de dólares no segundo trimestre deste ano, mais que os 2,9 milhões de dólares gastos nos três primeiros meses do ano.

Centro de logística da Amazon em Lauwin-Planque, França 20/02/2017 REUTERS/Pascal Rossignol

A empresa há tempos marca sua presença na capital norte-americana, pressionando por uma ampla variedade de tópicos desde impostos, imigração, comércio e pagamentos móveis.

Mas a decisão, anunciada em junho, de comprar a Whole Foods Markets por 13,7 bilhões de dólares agitou o setor de supermercados e encontrou oposição no Capitólio e entre sindicatos e outros críticos da Amazon.

A maioria dos especialistas antitruste prevê que a Comissão Federal de Comércio aprovará a fusão. Complicando a situação da empresa na capital, o fundador da Amazon, Jeff Bezos, comprou o The Washington Post, um jornal que já despertou a fúria do presidente Donald Trump.

Em maio de 2016, quando era candidato à Presidência, Trump disse que a Amazon tinha “um enorme problema antitruste”.

A empresa está a caminho de desembolsar mais de 12 milhões de dólares neste ano se mantiver os esforços de lobby no mesmo nível. Em 2016, a varejista online gastou 11 milhões de dólares em Washington.

Os esforços de lobby da Amazon quase dobraram para 9 milhões de dólares em 2015, ante 4,7 milhões de dólares um ano antes.

No segundo trimestre, a Amazon contratou a consultoria McGuireWoods para tratar da questão de drones, entre outros assuntos.

Além dos consultores, a companhia ainda emprega lobistas. Registros mais recentes indicavam cerca de 15 funcionários que negociavam em nome da empresa uma longa lista de tópicos e problemas, passando desde a política de drones até regulações comerciais e imigração.

A Amazon ainda contrata empresas para advogar em seu nome em uma série de assuntos. No segundo trimestre deste ano, a empresa pagou ao grupo Akin, Gump, Strauss, Hauer & Feld 80 mil dólares para fazer lobby, principalmente focado no Marketplace Fairness Act -- um projeto de lei que permitiria ao governo estadual coletar impostos de vendas de varejistas online.

A Amazon Prime Air, subsidiária da empresa, também pagou a Akin Gump para tratar da política de drones.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below