24 de Julho de 2017 / às 17:48 / um mês atrás

FMI vê recuperação gradual na América Latina e reitera preocupação com situação política

(Reuters) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) informou nesta segunda-feira que a América Latina está gradualmente se recuperando ao mesmo tempo em que Argentina e Brasil estão saindo da recessão econômica, enquanto a expansão do México continuará ganhando velocidade, mas também reiterou sua advertência sobre os riscos políticos.

O FMI subiu marginalmente sua estimativa para o crescimento econômico do Brasil em 2017 para 0,3 por cento, de 0,2 por cento em abril, e também aumentou a previsão para a economia do México a 1,9 por cento, sobre 1,7 por cento. As mudanças são parte da última edição do relatório de Perspectivas Econômicas Globais.

"Depois de contrair em 2016, a atividade econômica na América Latina vai se recuperar lentamente entre 2017 e 2018... conforme países como Argentina e Brasil se recuperam da recessão", informou o FMI. Para a região como um todo, o cálculo de 2017 foi reduzido em 0,1 ponto percentual, a 1,0 por cento.

Mas o órgão com sede em Washington fez redução significativa na sua previsão para o desempenho do Brasil em 2018, com corte de 0,4 ponto percentual, para 1,3 por cento, citando "a persistente fraqueza da demanda interna e o aumento da incerteza sobre da situação política e da política econômica".

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below