24 de Julho de 2017 / às 18:38 / um mês atrás

Órgão anti-fraudes da Inglaterra diz que está investigando operações da Rio Tinto na Guiné

Logo da mineradora Rio Tinto em sua reunião geral anual em Sydney, na Austrália 04/05/2017Jason Reed

LONDRES (Reuters) - O órgão anti-fraudes da Inglaterra disse que abriu uma investigação sobre a forma como a mineradora Rio Tinto conduziu os negócios na República da Guiné.

"O Serious Fraud Office abriu uma investigação sobre suspeitas de corrupção na condução dos negócios na República da Guiné pelo grupo Rio Tinto, seus funcionários e outros associados a ele", disse o SFO em declaração nesta segunda-feira.

As ações da Rio Tinto listadas nos Estados Unidos caíram 1,4 por cento, para 43,52 dólares, após a notícia da investigação da SFO.

"A Rio Tinto vai cooperar inteiramente com o Serious Fraud Office e outras autoridades relevantes, como aconteceu desde sua auto-denúncia em novembro de 2016", disse a companhia em nota nesta segunda-feira.

Em novembro do ano passado, a Rio Tinto disse que havia tomado ciência de e-mails que faziam referência a pagamentos inexplicados de 10,5 milhões de dólares relacionados ao projeto de minério de ferro Simandou, no país da África Ocidental.

Por Huw Jones

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below