25 de Julho de 2017 / às 22:00 / 2 meses atrás

Lojas Renner vê sinais de melhora no varejo, mantém expansão de lojas

SÃO PAULO (Reuters) - A Lojas Renner está identificando sinais de melhora nas vendas do varejo brasileiro, com alta no fluxo de clientes nas lojas e inadimplência sob controle, o que tem incentivado a companhia a manter plano de expansão de lojas pelo país.

A companhia teve alta de cerca de 11 por cento no lucro líquido do segundo trimestre sobre mesmo período do ano passado, com aumento de 6,4 por cento nas vendas em mesmas lojas, acima do ritmo de 2,9 por cento registrado entre abril e junho de 2016. No período, a empresa abriu 65 lojas no país.

“Estamos vendo de alguma maneira sinais de uma recuperação gradual. A inflação está mais baixa... a inadimplência está controlada, com clientes atrasando menos e acertando suas dívidas”, disse o diretor financeiro da Lojas Renner, Laurence Gomes, citando ainda a queda de juros da economia.

“As expectativas para o terceiro trimestre e também para o ano são positivas... No segundo semestre, no mínimo manteremos o desempenho da primeira metade do ano”, afirmou o executivo, evitando fazer projeções precisas.

Mais cedo, executivos da Via Varejo, que atua em móveis e eletrodomésticos, fizeram comentários semelhantes. O presidente da companhia, Peter Estermann, comentou que apesar do varejo no país “ainda estar extremamente retraído”, as vendas iniciaram julho em tendência positiva, e que a “boa performance” da categoria de televisores no segundo trimestre está se mantendo no início de julho.

No caso da Lojas Renner, o clima também tem contribuído para uma melhoria de expectativas no início do terceiro trimestre, diferente de temperaturas acima da média em maio, que afetaram o desempenho de vendas da companhia no segundo trimestre.

“A temperatura foi bem em junho e está sendo em julho, principalmente no Sudeste, onde temos 93 lojas em São Paulo em um parque de cerca de 300 lojas”, disse Gomes. “Isso é um fator positivo”, acrescentou.

Segundo o diretor financeiro da Lojas Renner, o momento segue propício para aproveitar oportunidades na negociação de contratos de aluguel de 10 anos para novas lojas. A companhia tem meta de atingir 450 lojas Renner, 125 lojas Camicado e vê potencial para 300 lojas Youcom até 2021. No segundo trimestre, a companhia tinha 310 Renner, 93 Camicado e 70 Youcom.

“O processo de vacância de lojistas em shoppings continua. A recuperação ainda vai demorar um pouco... Hoje há 70 shopping centers maduros no Brasil em que ainda não temos presença e deveríamos estar”, afirmou Gomes. “Oportunidades estão aparecendo (na negociação de aluguel de lojas).”

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below