26 de Julho de 2017 / às 15:01 / em um mês

Dólar tem leves oscilações ante real à espera de Fed e Copom

Notas de reais e dólares em uma casa de câmbio no Rio de Janeiro 10/09/2015Ricardo Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar operava com leves oscilações ante o real nesta quarta-feira, com os investidores à espera das decisões de política monetária dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos.

Às 11:59, o dólar recuava 0,04 por cento, a 3,1662 reais na venda, depois de subir nas três últimas sessões. Na mínima do dia, a moeda norte-americana atingiu 3,1607 reais e, na máxima, 3,1779 reais. O dólar futuro tinha leve baixa de 0,2 por cento.

"O mercado deve permanecer em compasso de espera até o anúncio do Fed", avaliou a corretora Coinvalores em relatório matinal.

A expectativa é de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, sinalize o início da redução de sua enorme participação de títulos já em setembro, ao mesmo tempo em que deve manter a taxa de juros.

No exterior, o dólar subia ante uma cesta de moedas, com expectativas pequenas de que o banco central elevará os juros antes do final do ano, de acordo com a ferramenta Fedwatch do CME Group.

O mercado também vai acompanhar o desfecho do encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, com apostas amplamente majoritárias e já precificadas de corte da Selic em 1 ponto percentual, para 9,25 por cento ao ano. O anúncio da decisão se dará com os mercados já fechados, nesta noite.

Os investidores também continuavam de olho no cenário fiscal do país, após a suspensão do aumento dos impostos sobre combustíveis pela Justiça. O governo recorreu da decisão e argumentou que, sem essas receitas, a máquina pública pode ser afetada.

Na véspera, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que não há, no momento, decisão de alterar a meta fiscal para o ano, de déficit primário de 139 bilhões de reais. Segundo ele, se a alta de impostos sobre combustíveis for vetada em definitivo pela Justiça, o governo buscará outros impostos para repor as perdas.

O Banco Central brasileiro vendeu integralmente a oferta de até 8,3 mil swaps cambiais tradicionais --equivalentes à venda futura de dólares-- para rolagem dos contratos que vencem em agosto. Com isso, já rolou 5,395 bilhões de dólares do total de 6,181 bilhões de dólares que vence no mês que vem.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below