2 de Agosto de 2017 / às 12:46 / em 4 meses

Cade ouvirá M&G sobre compra de ativos da Petrobras pelo Grupo Petrotemex

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ouvirá a M&G Polímeros Brasil como terceiro interessado na análise da aquisição pelo Grupo Petrotemex da Companhia Petroquímica de Pernambuco (PSuape) e da Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe), ativos da Petrobras.

A Petrobras aprovou em 28 de dezembro a venda da Petroquímica Suape e da Citepe para os mexicanos da Petrotemex e sua subsidiária Dak Americas Exterior por 385 milhões de dólares, em um negócio que faz parte do plano de desinvestimentos e parcerias da petroleira.

Segundo o Cade, a M&G é concorrente da petroquímica de Pernambuco no mercado de resina PET, mas a partir da operação terá a companhia também como seu único fornecedor de PTA, um insumo essencial no processo produtivo de PET.

Com isso, a M&G disse que teme “a adoção de práticas exclusionárias, como restrições e criações de dificuldades no fornecimento de PTA e possibilidades de discriminação quanto a preços e condições de contratação” caso a aquisição da rival pelos mexicanos seja concretizada.

Além de aceitar o ingresso da M&G como terceiro interessado na análise da operação entre a Petrobras e a Petrotemex, o Cade concedeu uma dilação de prazo de até 15 dias para que a empresa apresente pareceres e documentos que embasem seu pedido.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below