2 de Agosto de 2017 / às 14:46 / 3 meses atrás

Bovespa tem leve alta de olho em votação de denúncia contra Temer na Câmara; Cielo cai 5%

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa tinha leve alta nesta quarta-feira, com investidores evitando grandes movimentos no dia em que a Câmara dos Deputados deve votar a admissibilidade de denúncia contra o presidente Michel Temer e após ganhos recentes que levaram à recuperação dos 66 mil pontos.

Às 11:41, o Ibovespa subia 0,25 por cento, a 66.683 pontos. O giro financeiro era de 2 bilhões de reais.

O noticiário corporativo seguia movimentado nesta sessão, que tinha as ações da Cielo em queda expressiva, liderando a ponta negativa do índice, após balanço trimestral.

Com a votação na Câmara, o cenário político, que esteve menos movimentado nas últimas semanas, volta a ter mais destaque na sessão, com investidores à espera, principalmente, do placar da votação, em meio à expectativa predominante no mercado, de rejeição da denúncia contra Temer.

“Um número folgado indica a capacidade de articulação do governo e um número apertado pode dar sinais negativos para a continuidade da agenda de reformas”, escreveram os analistas da corretora Nova Futura.

DESTAQUES

- CIELO ON caía 4,95 por cento, após resultado do segundo trimestre que mostrou queda de 7,8 por cento na receita líquida ante um ano antes, para 2,83 bilhões de reais.

- HYPERMARCAS ON avançava 4,18 por cento, melhor desempenho do Ibovespa, após a empresa informar que a Igarapava Participações transferirá suas ações, tornando o empresário João Alves de Queiroz Filho acionista direto, com participação de 21,42 por cento da companhia farmacêutica. Segundo analistas, a medida é positiva por simplificar a estrutura da empresa.

- ULTRAPAR ON tinha alta de 2,94 por cento, também entre os destaques positivos, tendo no radar a expectativa pelo resultado do julgamento no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da aquisição da Alesat Combustíveis pela Ipiranga, do grupo Ultrapar, marcado para esta sessão.

- VALE PNA perdia 0,45 por cento e VALE ON recuava 0,32 por cento, após queda dos contratos futuros do minério de ferro na China.

- SUZANO PAPEL E CELULOSE PNA tinha baixa de 0,6 por cento, após disparar mais de 7 por cento na véspera, na esteira da aprovação de seu conselho de administração de migração para o segmento Novo Mercado, da bolsa paulista.

- PETROBRAS PN subia 0,38 por cento e PETROBRAS ON tinha alta de 0,66 por cento, em sessão de queda dos preços do petróleo no mercado internacional.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below