2 de Agosto de 2017 / às 16:07 / em 4 meses

Montadoras alemãs concordam em atualizar software de 5,3 mi carros, diz ministro

BERLIM (Reuters) - Montadoras alemãs concordarem em atualizar o software de 5,3 milhões de carros a diesel para reduzir as emissões de veículos movidos a diesel, disse o ministro dos Transportes, Alexander Dobrindt, a repórteres.

Ministro de Transportes e Infraestrutura Digital da Alemanha, Alexander Dobrindt, deixa reunião com presidentes-executivos de montadoras em Berlim, Alemanha 2/8/2017 REUTERS/Hannibal Hanschke

Ele disse que as montadoras também financiarão incentivos que visam encorajar os consumidores a trocar os carros a diesel que têm mais de 10 anos por novos modelos, com menos emissões.

Dobrindt e a ministra do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, disseram que o governo alemão faria todo o possível para evitar a proibição dos carros a diesel nas cidades alemãs.

Desde que a Volkswagen admitiu ter trapaceado nos testes de emissões de diesel nos Estados Unidos em setembro de 2015, o governo da chanceler Angela Merkel foi criticado por não fazer o suficiente para reprimir a poluição veicular e ser muito próximo de montadoras poderosas.

A questão se tornou um tópico central de campanha, antes da eleição nacional agendada para mês que vem, levando o governo a convocar conversas sobre a crise nesta quarta-feira para mostrar que está agindo, com os grupos ambientais tentando forçar proibições nos veículos a diesel.

Mas os ministros também estão preocupados com a irritação dos motoristas de 15 milhões de veículos a diesel e com a possibilidade de prejudicar uma indústria que é o maior exportador do país e provê cerca de 800 mil empregos.

“Precisamos salvar o diesel ... mas também deve haver um novo esforço para a era elétrica”, disse o primeiro ministro da Renânia do Norte-Vestefália, Armin Laschet, região que abriga cerca de um terço dos fornecedores automotivos alemães e a sede europeia da Ford.

A ministra do Meio Ambiente, a social-democrata Barbara Hendricks, disse que as atualizações de software seriam apenas um primeiro passo e o governo continuaria as discussões com a indústria automobilística sobre novas medidas para reduzir as emissões.

Por Emma Thomasson e Andreas Cremer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below