7 de Agosto de 2017 / às 12:23 / 2 meses atrás

Maia diz que não haverá tempo hábil de votar MP da reoneração

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia 03/08/2016 REUTERS/Adriano Machado

(Reuters) - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reconheceu nesta segunda-feira que não há tempo hábil para a votação pelo Congresso da medida provisória da reoneração, que acaba com a desoneração sobre a folha em diversos setores.

“Não haverá tempo hábil de votar as medidas provisórias que estão vencendo agora na quinta-feira, inclui ai, infelizmente, a reoneração”, disse Maia em entrevista à rádio CBN.

O deputado afirmou que pretende priorizar a votação da MP do Refis, que ele espera levar a plenário ainda nesta semana ou no máximo na semana que vem, e reiterou a defesa do texto original enviado pelo governo.

O presidente da Câmara disse, ainda, que a reforma da Previdência precisa ser votada pela Casa em setembro, e que para isso o governo precisa reorganizar sua base parlamentar até o fim de agosto.

Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below