16 de Outubro de 2017 / às 18:22 / um mês atrás

Lufthansa faz oferta para Alitalia; negócios entre aéreas europeias decolam

ROMA (Reuters) - A aérea alemã Lufthansa (LHAG.DE) fez oferta por partes da Alitalia CAITLA.UL e um plano para remodelar a deficitária empresa italiana, dias após comprar ativos da Air Berlin.

Logo da Lufthansa é visto no aeroporto de Munique, Alemanha 16/3/2017REUTERS/Michaela Rehle

A oferta da Lufthansa não é para toda a Alitalia, mas por partes da rede, o que pode criar oposição da Itália, que quer vender a Alitalia em um pacote e evitar uma divisão de suas atividades de aviação e serviço terrestre. Possíveis demissões também podem aumentar a resistência à abordagem da Lufthansa.

A Itália suspendeu na sexta-feira o processo de venda, estendendo o prazo até 30 de abril um prazo para melhorar a venda, inicialmente prevista para 5 de novembro.

A empresa alemã não deu detalhes de sua oferta, mas disse que incluiu planos para o que chamou de nova Alitalia.

“A oferta inclui o conceito de uma Alitalia reestruturada com um modelo de negócios focado, que poderia desenvolver perspectivas econômicas de longo prazo”, afirmou.

Mais cedo, o jornal italiano Corriere della Sera informou que a Lufthansa ofereceu 500 milhões de euros para comprar aviões, licenças de voos e tripulação aérea.

Citando três fontes anônimas, o jornal disse que a Lufthansa também propôs reduzir à metade a força de trabalho da Alitalia de 12 mil funcionários, e reduzir voos de curto e médio alcances.

O documento disse que a oferta provavelmente seria rejeitada por comissários do governo que administram a empresa.

A oferta da Lufthansa vem após um acordo na semana passada por grandes partes da Air Berlin (AB1.DE), que verá sua unidade de orçamento da Eurowings crescer de 160 para 210 aeronaves.

A concorrência em rotas de curta distância na Europa pressionou várias aéreas, como a britânica Monarch que fechou neste mês, além dos processos envolvendo Air Berlin e Alitalia.

Operadoras como a dona da British Airways, IAG (ICAG.L) e a Norwegian Air (NWC.OL), disseram estar interessadas ​​em algumas licenças de voo da Monarch, enquanto a easyJet (EZJ.L) disse que negocia 25 aviões da Air Berlin no aeroporto de Berlim Tegel.

A Alitalia, que poucas vezes lucrou em seus 70 anos de história, pediu administração especial este ano após empregados rejeitarem um plano para reduzir empregos e salários.

A Ryanair disse que também pode fazer uma oferta, desde que a Alitalia seja drasticamente reestruturada.

Na sexta-feira, o governo italiano também aprovou um decreto de emergência para adicionar mais 300 milhões de euros ao empréstimo de 600 milhões de euros que fez à Alitalia em maio e estender o prazo de pagamento.

Reportagem de Valentina Za e Victoria Bryan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below